Censo 2010: municípios da AMMVI somam 667.104habitantes

Reunidos, os 14 municípios do Médio Vale do Itajaí atingiram uma população de 667.104 habitantes, segundo dados do Censo Demográfico divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 29 de novembro. Em comparação com o Censo de 2000, ocorreu um amento de 127.487 pessoas, ou seja, 23,6%.

Na região, Blumenau continua na liderança como município mais populoso – 309.214 habitantes – seguido de Brusque, 105.495 e Gaspar, 57.958. Entre os municípios com menor população está Doutor Pedrinho (3.604), Botuverá (4.468) e Ascurra (7.419).

O Censo 2010 mostra também que a população do Médio Vale é mais urbanizada, com 606.626 habitantes. Já entre mulheres e homens, elas são em maior número, 336.812.

A região do Médio Vale representa 10,67% da população do Estado que, neste ano, fechou em 6.249.682 habitantes. Já no país, são 190.732.694 brasileiros.

Município

Total da população 2000Total de homensTotal de mulheresTotal da população urbanaTotal da população ruralTotal da população 2010Cresc.(%)
Apiúna8.5204.8804.7254.2955.3109.60512,73
Ascurra6.9343.6823.7376.4609597.4196,99
Benedito Novo9.0715.2795.0525.8034.52810.33113,89
Blumenau261.808151.648157.566294.96814.246309.21418,11
Botuverá3.7562.2782.1901.3103.1584.46818,96
Brusque76.05852.40053.095102.0173.478105.49538,70
Doutor Pedrinho3.0821.7941.8102.0191.5853.60416,94
Gaspar46.41428.67529.28347.10710.85157.95824,87
Guabiruba12.9769.3529.08117.0691.36418.43342,05
Indaial40.19427.38227.41252.8711.92354.79436,32
Pomerode22.12713.90613.86623.8363.93627.77225,51
Rio dos Cedros8.9395.2675.0135.1225.15810.28015,00
Rodeio10.3805.4845.4309.4161.49810.9145,14
Timbó29.35818.26518.55234.3332.48436.81725,41
Total539.617330.292336.812606.62660.478667.10423,63

Crescimento 

A AMMVI elaborou um estudo comparativo dos dados do Censo Demográfico 2000 com os de 2010, a fim de observar o crescimento populacional na região e analisar a ligação deste com os aspectos sócio-econômicos.

O levantamento aponta que Guabiruba lidera o ranking, com um crescimento de 42,05%. Em seguida, estão Brusque (38,70%) e Indaial (36,32%). Já os municípios que apresentaram menor crescimento populacional estão Rodeio, 5,14%; Ascurra, 6,99%, e Apiúna, 12,73%.

O secretário executivo da AMMVI, José Rafael Corrêa, explica que a atividade econômica de Brusque impulsionou não só o crescimento populacional da cidade, como também dos municípios vizinhos, como Guabiruba e Botuverá, este com crescimento de 18,96%.

A BR-470 e a ligação com Blumenau – com crescimento de 18,11% – também favoreceram o crescimento da população em Indaial, Pomerode (25,51), Timbó (25,41%) e Gaspar (24,87).

Em contrapartida, municípios mais afastados dos centros urbanos, como Doutor Pedrinho, Rio dos Cedros e Benedito Novo, apresentaram menor crescimento, que ficou na faixa de 16,94%, 15% e 13,89%, respectivamente.

O mesmo aconteceu com Apiúna, Ascurra e Rodeio que, embora estejam próximos à rodovia BR-470, apresentaram um aumento populacional de 12,73%, 6,99% e 5,14%.

"A região do Médio Vale do Itajaí cresceu 23,63% em comparação com o Censo Demográfico de 2000, que à época apresentava 539.617 habitantes" ressalta o secretário executivo da AMMVI.

Diante de tais dados, é possível concluir ainda que, nove municípios da AMMVI apresentaram um crescimento populacional superior à média do Estado, de 16,68%, e que 12 municípios superaram a média do País, de 12,33%.

Veja abaixo o ranking dos municípios, conforme o percentual de crescimento populacional.

Município

Total da população 2000Total da população 2010Crescimento (%)
Guabiruba12.97618.43342,05
Brusque76.058105.49538,70
Indaial40.19454.79436,32
Pomerode22.12727.77225,51
Timbó29.35836.81725,41
Gaspar46.41457.95824,87
Botuverá3.7564.46818,96
Blumenau261.808309.21418,11
Doutor Pedrinho3.0823.60416,94
Rio dos Cedros8.93910.28015,00
Benedito Novo9.07110.33113,89
Apiúna8.5209.60512,73
Ascurra6.9347.4196,99
Rodeio10.38010.9145,14
Total539.617667.10423,63

População do Brasil é de 190.732.694 pessoas

Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante os quais trabalharam 230 mil pessoas, sendo 191 mil recenseadores, o resultado do Censo 2010 indica 190.732.694 pessoas para a população brasileira em 1º de agosto, data de referência. Em comparação com o Censo 2000, ocorreu um aumento de 20.933.524 pessoas. Esse número demonstra que o crescimento da população brasileira no período foi de 12,3%, inferior ao observado na década anterior (15,6% entre 1991 e 2000). O Censo 2010 mostra também que a população é mais urbanizada que há 10 anos: em 2000, 81% dos brasileiros viviam em áreas urbanas, agora são 84%.

A região Sudeste segue sendo a região mais populosa do Brasil, com 80.353.724 pessoas. Entre 2000 e 2010, perderam participação as regiões Sudeste (de 42,8% para 42,1%), Nordeste (de 28,2% para 27,8%) e Sul (de 14,8% para 14,4%). Por outro lado, aumentaram seus percentuais de população brasileira as regiões Norte (de 7,6% para 8,3%) e Centro-Oeste (de 6,9% para 7,4%).

Os resultados mostram que existem 95,9 homens para cada 100 mulheres, ou seja existem mais 3,9 milhões de mulheres a mais que homens no Brasil. Em 2000, para cada 100 mulheres, havia 96,9 homens. A população brasileira é composta por 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.

População urbana sobe de 81,25% para 84,35%

Já em 2010, apenas 15,65% da população (29.852.986 pessoas) viviam em situação rural, contra 84,35% em situação urbana (160.879.708 pessoas). Entre os municípios, 67 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 775 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, apenas nove tinham mais de 90% de sua população vivendo em situação rural.

Em 2000, da população brasileira 81,25% (137.953.959 pessoas) viviam em situação urbana e 18,75% (31.845.211 pessoas) em situação rural. Entre os municípios, 56 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 523 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, 38 tinham mais de 90% vivendo em situação rural e o único município do país a ter 100% de sua população em situação rural era Nova Ramada (RS).

Michele Prada, Ascom AMMVI.